quarta-feira, 2 de setembro de 2015

3909) Borges, Calvino e a tradução (3.9.2015)




A Antologia de Literatura Fantástica (1940), organizada por Jorge Luís Borges, Adolfo Bioy Casares e Silvina Ocampo é um clássico do gênero; no Brasil, saiu recentemente pela editora Cosac Naify, com tradução de Josely Vianna Baptista. Numa nota incluída na edição brasileira, é citada uma frase de Borges sobre a edição italiana. Queixa-se ele: “Não traduziram nossa antologia: procuraram as fontes