quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

3728) O vírus fantasma (4.2.2015)



(ilustração: David Delruelle)

A imprensa tem me assediado, após a morte repentina e inexplicável de André Moiré-Carrera, em busca de informações sobre meu amigo. André era um maluco-beleza, se é que pode-se dizer isto de um nerd, fanático por tecnologia da informação e pela obra do pouco celebrado Raymond Queneau. Ficamos amigos por volta de 2000, quando em função de um evento liter