quarta-feira, 5 de novembro de 2014

3650) O café de Balzac (5.11.2014)


Ainda vou escrever um conto futurista sobre uma sociedade onde várias drogas são proibidas a-ferro-e-fogo pelo Estado, entre elas café e açúcar.  Não existe estimulante