domingo, 9 de março de 2014

3442) Literaturas leves (9.3.2014)


(manuscrito de Dostoiévsky)

Escreve-se em parte para imitar quem veio antes, e em parte, também, para se distinguir de quem veio antes.  É a dinâmica óbvia de qualquer atividade humana. Você aprende o que já existia, mas torna-se um potencial introdutor de ruído significante, de anormalidade criativa no sistema, de algo que depois venha a ser assimilado, e passe a fazer parte da forma ou da própria constituição desse sistema. Tudo avança dessa maneira, seja o romance de aventuras serial