domingo, 3 de novembro de 2013

3334) "Inferno de Wall Street" (3.11.2013)





Um dos poetas mais fora-de-esquadro da literatura brasileira foi o maranhense Sousândrade (1832-1902), obscuro apesar de ser uma pessoa de relativo destaque em vida, tendo sido presidente da intendência municipal em São Luís e candidato a senador; foi também o criador da bandeira do seu Estado. Além disso, sendo filho de um fazendeiro rico, teve uma formação cosmopolita, pois estudou em Paris (na Sorbonne) e depois viveu nos Estados Unidos, de 1871 a 1885.

Durante muitos anos ninguém encontrou um lugar para ele na poesia brasileira, tendo sido classificado como Condoreiro, Simbolista, Pré-Modernista. Coube aos irmãos Augusto e Haroldo de Campos fazer uma redescoberta e revisão de sua obra, destacando, como sempre faziam, os aspectos que indicavam afinidade com os princípios do Concretismo. Seus l