sábado, 15 de setembro de 2012

2977) Na festa do mundo (15.9.2012)


(foto: Henri Manuel)

O mundo era uma festa, uma noite estrelada, o terraço de uma cobertura aberta para o oceano, a avenida da praia percorrida por pares de faróis em trânsito incessante, os edifícios com janelas iluminadas e terraços onde pessoas dançavam, gritavam rindo para nós, erguiam o copo numa saudação alegre à distância, sem nem saber que éramos. Nós mesmos não sabíamos quem éramos, e isso não tinha importância; a vida