sexta-feira, 18 de junho de 2010

2170) Os restaveks do Haiti (20.2.2010)



Eles são onipresentes e invisíveis. Esquecemo-nos de sua existência no mesmo instante em que fazemos um gesto com a mão indicando “cai fora, não enche”. Surgem e desaparecem como pombos numa praça São os meninos comedores